Topo
Tecfront

Tecfront

Categorias

Histórico

Faça o teste: “Quem é você na polêmica dos dados pessoais??”

Carlos Affonso

29/03/2018 04h00

As redes sociais estão cheias de testes de personalidade. Responda as perguntas e descubra questões à procura de solução desde tempos imemoriais: qual vilão da Disney mais se parece com você? Qual a sua Casa em Game of Thrones? Quem é você no vídeo do DJ André Marques mandando aquele ao vivo?

Alegremente vamos deixando traços de nossa personalidade em testes que parecem muito inocentes. Poucas confissões podem ser tão sérias como aquelas que fazemos a apps desconhecidos em busca de auto-revelação. Não se esqueça de postar o resultado para que os seus amigos possam comentar.

O escândalo de uso de dados pessoais de milhões de usuários do Facebook pela empresa Cambrigde Analytica começou justamente com um teste de personalidade. O app "This Is My Digital Life", do pesquisador Aleksandr Kogan, da Universidade Cambridge, coletou dados de cerca de 270 mil pessoas. Na época, ao desenvolver um app, era possível extrair dados não apenas das pessoas que concordaram em usá-lo, mas também de todos os seus amigos. Considerando que em média cada usuário do Facebook tem 160 amigos, fica fácil entender o estrago.

No melhor estilo Inception, vamos transformar em teste de personalidade o incidente de privacidade que começou com um teste de personalidade! Responda rápido: quem é você no polêmica envolvendo o Facebook e a Cambridge Analytica? Com tantos personagens interessantes aparecendo na imprensa, certamente um deles se parece com você. Para descobrir, revele um pouco mais sobre a sua personalidade ao responder às perguntas abaixo:

  1. Se você encontrasse Deus e só tivesse uma pergunta, ela seria:
    (a) No que você está pensando?
    (b) Você já fez esse teste sobre a sua vida digital? Dizem que é de Cambridge!
    (c) Você sabia que o Papa Francisco apoia Donald Trump para Presidente?
    (d) Você sabe a diferença entre consentimento expresso e inequívoco?
    (e) Is this real life?
  1. Na sua opinião, o incidente de privacidade envolvendo a Cambridge Analytica pode ser mais bem explicado a partir de qual música de Maiara & Maraisa?
    (a) Sorte que cê beija bem
    (b) Você se transformou
    (c) 50 reais
    (d) Bengala e Crochê
    (e) Como é que se livra desse trem?
  1. Se você a sua vida fosse uma novela, ela seria:
    (a) Renascer
    (b) A Próxima Vítima
    (c) Vale-Tudo
    (d) Apocalipse
    (e) Pé na Jaca
  1. No meme em que o menino indiano diz para Mark Zuckberg que "O meu pai me disse que você está nos espionando ", a resposta certa é:
    (a) "Ele não é seu pai"
    (b) "O pai de seus 160 amigos discorda"
    (c) "O seu pai é imigrante. Você sabia que imigrantes não precisam sair de casa para votar? Basta mandar um SMS para o número abaixo."
    (d) "Ele também te disse sobre o direito à explicação, ao esquecimento e à correção de dados?"
    (e) "Ele também te contou que vão colocar o(a) Pabllo Vittar na nota de dez reais?"
  1. Qual a sua série favorita?
    (a) Acumuladores Compulsivos
    (b) Mindhunter
    (c) Luxo Asiático, Sri Lanka edition
    (d) Black Mirror
    (e) Largados e Pelados
  1. Por quem você torce no desenho "A Corrida Maluca"?
    (a) "Professor Patente" (chamam assim em Portugal)
    (b) Dick Vigarista
    (c) Quadrilha da Morte
    (d) Peter Perfeito
    (e) Tio Tomás e o urso Chorão
  2. O CEO da Cambridge Analytica se chama Alexander Nix. Com base nos seus conhecimentos sobre mitologia grega, pode-se afirmar que Nix é:
    (a) A deusa da noite e do prime time para se postar qualquer coisa nas redes
    (b) Uma deusa furtiva que se esconde atrás do capuz da invisibilidade
    (c) A dama da noite, filha do caos, que amaldiçoa e comanda vampiros
    (d) A guardiã do Poço das Maravilhas, cujas águas podem transformar quem as bebe em gênio, na série Once upon a Time in Wonderland
    (e) a vilã final de Persona 3

 

Gabarito:

Se você marcou mais alternativas (a): parabéns, você é a Rede Social! Conectando pessoas com suas tias, símbolo da economia de dados, a rede social aumenta cada vez que alguém responde a pergunta "no que você está pensando?". Todo mês sai um relatório dizendo que ela está perdendo usuários, que os jovens estão indo embora afugentados pelo ingresso dos pais, mas a rede resiste, sempre renasce. O acúmulo compulsivo de dados levou em grande parte ao escândalo da Cambridge Analytica. Especialistas apontam que dar aos usuários mais gestão sobre os seus dados evitaria novos incidentes como o recente. Enquanto pedidos por mais transparência afloram e uma campanha para deletar o aplicativo mostra a cara, a letra de Maiara & Maraisa em "Sorte que Cê Beija Bem" não poderia ser mais atual: "você é a corda bamba que eu aprendi a andar / Você só me deixa ir / porque sabe que eu vou voltar".

Se você marcou mais alternativas (b): parabéns, você é o Quiz Acadêmico que na verdade vende dados pessoais! Todo mundo quer se conhecer um pouco melhor. Então por que não criar um app que faz um teste de personalidade (com fins acadêmicos) e depois, tendo acesso aos dados pessoais de quem fez o teste e de todos os seus 160 amigos, vender o pacote para empresas de marketing político? Cada usuário da rede social é uma oportunidade, basta camuflar bem as intenções e deixar que o big data faça uma caçada pela mente da próxima vítima.

Se você marcou mais alternativas (c): parabéns, você é a Empresa de Marketing Político! Com uma base de dados de mais de 50 milhões de usuários da rede social você pode apresentar as pessoas aos seus "demônios internos" na forma de publicidade política customizada. Um verdadeiro vale-tudo. Quer evitar que imigrantes votem? Manda anúncio avisando que agora pode votar por SMS. Quer mudar o voto de alguém? É só explorar as suas emoções e falar o que ele quer ouvir. Recomenda-se cuidado com jantares envolvendo famílias ricas do Sri Lanka (foi assim que executivos da empresa foram gravados) e a contratação de funcionários com cabelo rosa.

Se você marcou mais alternativas (d): parabéns, você é o Especialista em Proteção de Dados! Quantos mais incidentes de privacidade ocorrem, mais especialistas em proteção de dados aparecem em cada esquina. Eles conhecem como ninguém o novo regulamento de proteção de dados europeu. O mundo está muito Black Mirror? A distopia tecnológica parece nos aproximar do "Apocalipse"? A propaganda da novela da Record de mesmo nome pergunta "Quem irá se salvar?". O especialista em proteção de dados sabe que a resposta é uma questão de compliance.

Se você marcou mais alternativas (e): parabéns, você é você! Usuário de redes sociais que faz testes de personalidade e não presta atenção nas permissões que dá aos aplicativos que usa. Nem sabe como configurar tudo isso. Resultado mais sem graça. Tente de novo para conseguir uma opção melhor.

Sobre o autor

Carlos Affonso é Diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS Rio) e professor da Faculdade de Direito da UERJ.

Sobre o blog

A Internet e as novas tecnologias estão transformando as nossas vidas. Mas quem decide se a rede será um instrumento de liberdade ou de controle? Esse é um blog dedicado a explorar os impactos da inovação tecnológica, sempre de olho nos desafios nacionais e na experiência de diferentes países em tentar regular uma rede global. As fronteiras da tecnologia você lê aqui.